quinta-feira, 26 de setembro de 2013

Como controlar a Cândida que nos habita?

imagem copiada net
Era uma vez um fungo chamado Cândida, uma levedura que habita o nosso aparelho digestivo.
Ás vezes ela acusa a sua presença, com situações de candidíase oral (sapinhos), ou candidíase vaginal.
Mas, para muitos "Sherlock Holmes" da Medicina, a Cândida, principalmente a Cândida Albicans, é a responsável por muitas doenças sistémicas, que na sua maioria são diagnosticadas como doenças hipocondríacas, depressão ou ansiedade.

Este fungo devia de permanecer na nossa flora intestinal na ordem dos 10%, mas se encontrar um meio propício ao seu desenvolvimento, a pessoa pode ficar infestada perto dos 80%.
Qual é o problema disto?
O problema é que este fungo, produz 78 tóxicos diferentes e todos eles são substancias acidas que vão reduzir o oxigénio do corpo, o que leva a quadros inflamatórios e a uma redução do metabolismo.
A partir deste momento, o "campo" está aberto a outras inflamações cronicas, causa de base da esmagadora maioria das doenças.
A Doutora Cala H. Cervera diz que muitas pessoas tomam Prosac, Seroxat e ansiolíticos, no lugar de seguirem um tratamento para a candidíase cronica.

A Candidíase cronica dá-se quando a Cândida prolifera no nosso intestino em grande quantidade, muda a sua anatomia e a sua fisiologia,  tornando-se desta forma extremamente invasiva, pois produz raízes que penetram a mucosa e fazem com que esta se torne extremamente permeável, permitindo a passagem de substancias estranhas para o sangue, o que atua como antígenos e baralha severamente o nosso sistema imunitário.
Depois disto, muitas patologias podem surgir, inclusive o cancro.
O Oncólogo  Simoncini defende que a principal causa do cancro são fungos, nomeadamente a Cândida e a acidez que ela produz.
Pode levar a desordens hormonais, que se traduzem num sem fim de sintomas como dores pré-menstruais, infertilidade, endometriose, etc.
Algumas destas leveduras destroem a vitamina B1 e aB6, e a sua falta origina sintomas como irritabilidade, depressão, dores musculares, falta de concentração, dor de estomago, obstipação, taquicardias, retenção de líquidos, cãibras, falta de energia e pele muito seca.

Toda esta situação começa a ser uma "pescadinha de rabo na boca", visto que a pessoa se encontra num nível de toxicidade muito grande, o que vai sobrecarregar o trabalho do fígado, encarregado de filtrar tudo isto.

Doenças relacionadas com a Candidíase cronica
- Doença de Crohn
- Colite
- Síndroma de intestino irritável
- Artrite reumatoide
- Lupus
- Asma
- Psoríase e o eczema
- Sinusite
- Esclerose múltipla
- Fibromialgia
- Síndroma da fadiga cronica
- Hipotiroidismo
- Hipoglicemia
- depressão e estados de ansiedade
 - Anemia

 O que fazer?
Para não alimentarmos a bicha, temos de iniciar com uma alimentação essencialmente alcalina; quanto mais acido está o meio mais a Cândida se desenvolve, também podemos fazer tratamentos locais como aplicação de argila e banhos, tudo formas de ajudar o processo de desintoxicação.
Teria que me alongar muito para escrever as hipóteses terapêuticas, por isso escolhi falar-vos unicamente do Carvacrol.

O que é o Carvacrol?
É um óleo, extraído da planta orégão e que mostrou ser um excelente fungicida, segundo um estudo que pode ver aqui, este óleo de orégão inibiu o crescimento da Cândida Albicans, o que prova que deve ser prescrito a todas as pessoas com infeções por Cândida Albicans.
Não deve ser tomado por gravidas.
Tomar de acordo com a embalagem, também pode adicionar localmente.

Lembrei-me, agora...
Sabe o que mais alimenta estes bichinhos?
É o açúcar, o alimento predileto deles.
Mas, há outro inimigo a ter em conta, são os antibióticos, eles destroem as bactérias ruins, mas como não têm olhos também destroem as bactérias boas, as que são responsáveis pela defesa do nosso organismo.

Viva os tratamentos naturais.

terça-feira, 24 de setembro de 2013

O que são Triglicéridos? Como descer os seus valores?

imagem copiada net
Tanto os triglicéridos como o colesterol são gorduras importantes que circulam no nosso sangue e são necessárias para o nosso organismo, o problema surge quando seus valores sobem acima do normal.

O valor de referencia limite é de 200mg/dl, quando está muito acima perto dos 500mg/dl acende-nos a luz para doenças como pancreatite, doença hepática, diabetes, hipotiroidismo, enfarte do miocárdio, ou que a pessoa está a ingerir muito açúcar e gorduras.
Quando o valor está muito abaixo, menor que 150mg/dl, revela um quadro de má nutrição, má absorção, hipertiroidismo e doença pulmonar obstrutiva.

O excesso de peso, o consumo de muitas calorias e o álcool aumentam os triglicéridos.
Também podem surgir pelos efeitos secundarios de medicamentos, como os anticonceptivos (pílula), anti-inflamatórios esteróides (tenham cortisona), e os diuréticos.

 Entendo perfeitamente o que leva as pessoas a terem uma alimentação que aumenta os níveis de triglicéridos, muitas delas já têm idade e quando novas passaram fome ou necessidades, como vamos agora, dizer-lhes para não comerem?
Existem algumas medidas que beneficiam, mesmo o tradicional comedor:

-  Consumir alimentos ricos em fibra, especialmente a aveia e os cereais integrais, pois eles absorvem as gorduras, assim como vegetais de folha verde e frutas (comer a fruta, não o sumo e fora das refeições).

- Uma das grandes medidas para reduzir os níveis de triglicéridos é aumentar a atividade física, fazer de 30 minutos a 1 hora de caminhada diária.


- Num vaso com agua, misturar 2 colheres de sopa de aveia e deixar repousar toda a noite, beber no dia seguinte.

- Um truque caseiro, consiste em beber uma infusão de casca de laranja (ferver 5 minutos) todos os dias à noite.


- A maçã é a grande rainha no controle dos triglicéridos, em jejum beber suco verde ao qual adicionou 2 ou 3 maçãs.



Se é mulher na idade pós menopausa, dê atenção aos valores altos dos triglicéridos, não pense que os medicamentos os descem, estudos indicam que o só o fazem na ordem de 10 a 30 por cento, por isso acrescente estes truques, e veja os resultados.

sexta-feira, 20 de setembro de 2013

O que mais o preocupa: Os níveis altos de Colesterol ou de Triglicéridos?

imagem copiada net
Se eu tivesse ao pé de si, e lhe pergunta-se o que mais o preocupa, se os níveis alterados de colesterol ou de triglicéridos, qual seria a sua resposta?
A sua eu não oiço, mas escuto de muitas outras pessoas, e parece-me que o que põe mais "medo" são os valores altos do colesterol total.

Mas, será que os valores dos triglicéridos não são mais importantes?
Em 1996, a Universidade de Washington nos EUA fez um estudo que tinha como objetivo perceber a associação entre triglicéridos e doença cardiovascular, independentemente dos níveis de colesterol.
Com base em dados combinados concluiu-se que níveis altos de triglicéridos aumenta em muito o risco de doenças cardiovasculares, principalmente em mulheres, independentemente  dos valores do colesterol.

Bem próximo de mim, uma mulher de 70 anos sofreu um enfarte do miocárdio, com valores  de colesterol total a rondar os 200, sendo que o HDL (colesterol bom) estava com valores abaixo do normal; No entanto já há vários anos que tinha sempre os valores dos triglicéridos altíssimos.

Na próxima vez que olhar o relatório das suas analises, dê atenção aos triglicéridos, ele é um marcador importante de referencia na sua Saúde. Se os valores estiverem altos, deve repensar a sua alimentação, pois além de serem um risco para as doenças cardíacas, também podem causar pancreatite assim como levarem a um aumento do tamanho do fígado e do baço.

O tratamento mais eficaz é feito através da alimentação, mas isso fica para um outro poste.
Fonte do estudo: http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/8836866 

quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Não Menospreze as Flatulências

imagem copiada net
Não gosto de Flatulências, elas são a prova de que digerimos mal, absorvemos mal e no futuro vamos viver mal.

O que é a Flatulência?
É uma ventosidade anal (gosto desta expressão) que pode ser ruidosa e também fétida.
A maioria dos gases que se produzem no intestino devem-se a hidratos de carbono não digeridos. Em vez de se descomporem no estomago, alguns amidos entram em contato com o intestino delgado. O intestino não produz as enzimas necessárias à digestão dos hidratos de carbono, então ficam ali "sentados" à espera que as bactérias que habitam o intestino os fermentem, o que vai libertar gases.

Algumas pessoas pensam que o "arroto" são flatulências expelidas pela boca, mas está errado, o arroto são gases produzidos no estomago e flatulências que em Portugal se chamam de "peidos" são produzidos pelos intestinos.

Porque temos estes gases?
- Na medicina Ayurveda as pessoas de constituição Vata são as
que mais sofrem com flatulência gerada principalmente pela ansiedade.
Quando estamos ansiosos engolimos ar, que é absorvido pelo o revestimento do estomago ou utilizado por bactérias do intestino, por isso não devemos de nos deitar depois de comer, pois o gás do estomago passa para o intestino mais facilmente nesta posição.

- A flatulência e a má absorção andam de mãos dadas, indica mesmo um distúrbio de má absorção ou de insuficiência pancreática.

- Refeições ricas em gordura, principalmente de origem animal, assim como a junção de proteína animal com amido, pode levar à produção de gases. Sinais de má absorção de gorduras incluem fezes soltas e de cores claras.

- Alimentos que mais podem levar à produção de gases são: as farinhas refinadas como o pão branco, o leite, as verduras muito cozidas como é o caso do repolho, quando muito cozido fermenta, as frutas como sobremesa e principalmente as misturas alimentares não adequadas.

 O que podemos fazer?
- Não beba líquidos à refeição, coma num ambiente de calma, sem grande emoções ou conversas, não veja TV. As pessoas que suspiram, normalmente têm flatulências.

- Não use roupas ou cintos apertados, sobre a zona do estomago, pois dificulta o processo digestivo.

- No caso de inchaço abdominal, sentar e aplicar uma toalha turca molhada em agua quente na zona do estomago e/ou nos intestinos.

- Beber em jejum e 15 minutos antes de cada refeição, sumo de limão num pouco de agua.

- Coza o feijão e o grão da seguinte maneira: Ferva durante 1 minuto 1 xicara de feijão ou de grão em 5 xícaras de agua. Apague o lume e deite fora esta agua fervida, volte adicionar mais 5 xícaras de agua fresca e coza o feijão. Desta forma reduz a ação causadora de gases.

- Quem tem flatulência, não pode beber lácteos, nem adoçantes artificiais, nem bebidas gaseificadas.

- Nas alturas piores, tome carvão ativado, compre na farmácia ou na ervanária, tome de acordo com as instruções na embalagem.

- A erva mais clássica e mais saborosa, que pode ser dada desde de crianças ( lactantes) a idosos, é o chá de erva doce, pode comprar tipo especiaria, são umas sementinhas, que se fervem uns 3 minutos e fica uma bebida maravilhosa. Beba enquanto morna.

- Outras plantas a usar-se são a menta, a camomila, a erva cidreira, o funcho e a salva.
imagem copiada

- Se os gases se formam quando come massa, junte folhas de manjericão cru.
- Se tem flatulências ou sente a digestão pesada após comer gorduras, tome alcachofra.
 - Junte cominhos aos alimentos , tem propriedades digestivas, carminativas ( expulsa gases), emenagoga, etc.

- Gengibre, também pode ser usado, ferve-se 2 ou 3 rodelas da raiz e bebe-se morno. Dá muito bom resultado.

- Quem tem normalmente flatulências, devia comer papaia, devido à sua riqueza em enzimas digestivas.

- Na época do agrião, junte-o ás saladas, ele é muito efetivo contra os gases.

- Experimente iniciar a refeição com alimentos crus, como uma salada, na qual tenha adicionado cenoura crua, faça este ritual por 7 dias para averiguar o efeito benéfico na eliminação dos gases.

Resumindo, para que na mente de cada um que tem flatulência, e olhe que quem tem flatulência pode vir a ficar sem grande memoria, retenha em tempo relâmpago, o que fazer em caso de gases, aqui fica o que tem de saber: Toalha morna sobre o abdómen, e chazinho de erva doce quentinho numa chávena bonita. 

segunda-feira, 16 de setembro de 2013

Porque devemos consumir Gérmen de Trigo?

Imagem copiada net
Um dos alimentos que devia de constar na nossa lista de
compras é o Gérmen de Trigo.

O que é o Gérmen de trigo? 
É a parte da semente do trigo, da qual nascerá uma nova planta, por isso é a mais nutritiva. No entanto, na Era atual, ao se refinar o trigo, retira-se também o gérmen, por isso a Humanidade está privada da ingestão da parte mais rica do trigo, sobrando a farinha branca, que são amidos e proteínas.

Porque devo consumir Gérmen de trigo?
- O gérmen de trigo contém ácidos gordos essenciais, como o acido linoleico e o ómega -3. Esta gordura é benéfica para todo o organismo porque diminui o colesterol ingerido por alimentos não aconselháveis aos humanos, como são os de origem animal, diminui os triglicéridos e impede a formação de coágulos de sangue, importante em todas as doenças circulatórias e vasculares.

- Deve fazer parte da alimentação dos que sofrem com artrite e doenças articulares inflamatórias.

- Melhora os sintomas da depressão, muito importante na esquizofrenia.

- Todas as futuras mamas, precisam dele para que a sua cria tenha um bom desenvolvimento cerebral.

- É rico em vitaminas do Grupo B, importante para o sistema nervoso ( nas crianças com défice de atenção, nos estudantes, cansaço intelectual) para a produção de hormonas, enzimas e proteínas, assim como para o fortalecimento do sistema imunológico.

- Rico em ácido fólico, importante para as gravidas e lactantes.  
A falta de acido fólico durante a gravidez pode trazer má formação ou crescimento incorreto do bebe.
As pessoas com diarreias constantes, com a doença de Crohn ou com colite ulcerosa, normalmente sofrem de carência de nutrientes como o acido fólico, pela má absorção que têm, por isso é de todo conveniente tomarem gérmen de trigo, melhor dizendo todas as pessoas com problemas digestivos beneficiam de o tomarem.

- Carências na vitamina B6 (piridoxina) produz problemas na pele e no cabelo, tanto seborreia como queda do cabelo, por isso é importante para as pessoas com este tipo de problema adicionarem gérmen de trigo à sua alimentação, também pelo seu elevado conteúdo em zinco.
A piridoxina também ajuda a manter os níveis de açúcar normais, contribui para a fluidez do sangue, reduz os sintomas pré-menstrual, ajuda na memória e reduz os ataques de asma.

- O gérmen de trigo é muito rico em vitamina E, a vitamina que faz frente aos efeitos negativos dos radicais livres.
Preventivo da arteriosclerose e do envelhecimento.

- Rico em minerais, contem elevadas percentagens de potássio, o que regula o ritmo cardíaco assim como a pressão arterial.

- Rico em ferro, deve ser tomado pelas pessoas com anemia, com hemorragias nasais, com síndroma das pernas inquietas.

- Rico em magnésio, importante para o metabolismo corporal, para os dentes e ossos.

- Rico em fosforo e cálcio, muito util na prevenção e na manutenção da osteoporose.

- Quando alguém não  come carne, questiona-se a origem das proteinas, o gérmen de trigo é uma excelente fonte.

- Depois de tudo isto, ainda é rico em fibras, importante especialmente para prevenir a prisão de ventre e limpar o nosso órgão de eliminação.

Como comer o gérmen de trigo?
O gérmen de trigo é uma espécie de farelo e podemos juntar a vários alimentos como a iogurtes ( para quem os come), sopas, papas ou cereais tipo pequeno almoço, assim como aos sumos.
Eu prefiro junta-lo a determinadas receitas como bolachas de aveia Cruzinhadas ou a pães. Outras vezes encho uma colher de sopa, coloco na boca e bebo sumo ( natural, de frutas e vegetais feito na hora)) em cima.

Uma vez aberta a embalagem, deve ir para o frigorifico, porque as gorduras presentes no gérmen de trigo tendem com o tempo a ganhar ranço.

Acredito que quem leu isto tudo, nunca mais vai esquecer do Gérmen de trigo, ele é um complemento alimentar importante  desde que se é criança até que se é ancião, basta 1 a 2 colheres de sopa por dia de um produto alimentar barato.
 
Imagem copiada net
Minha filha entrou este ano para a faculdade de Medicina, o que prova que foi boa aluna, no entanto nunca tomou suplementos vitamínicos desses que são publicitados. Os seus "suplementos" foram o gérmen de trigo, muito pólen, muita fruta e alguns sucos, essencialmente o de cenoura.

Ao fazer estes postes vou aprendendo e recordando coisas que tenho que melhorar, uma delas é ser mais assídua na toma do gérmen de trigo. Não me assusta a velhice, mas o sofrimento que se instalou nas pessoas a partir de uma determinada idade assusta, todos vamos morrer, mas que morramos porque a Energia Vital se foi, não por um cardápio de doenças e sofrimento sem fim.
Que nunca lhe falte o Gérmen de Trigo...

terça-feira, 10 de setembro de 2013

Como acelerar o trabalho de parto rapidamente?

imagem copiada net
Se para umas o trabalho de parto é chegar e dar à luz, para outras é bem mais longo, muitas vezes com horas de espera associado a contrações dolorosas. Para que isso não aconteça,  trago-vos uma mesinha Espanhola com garantias em muitas mulheres de que resulta.

As mulheres gravidas a partir do 8ºmês, devem picar umas 5 folhas de louro seco até ficarem em pó.
Guardar numa caixinha.

No grande dia, quando as contrações já são continuas de hora a hora ou de trinta em trinta minutos, misturar o pó do louro com azeite de forma a formar uma pasta, aplicar no umbigo, tapar com um pouco de gaze e fita adesiva para segurar.

Pode seguir para o Hospital, porque dentro de duas horas vai conhecer o novo ser.

segunda-feira, 9 de setembro de 2013

Será que tem inflamação no aparelho digestivo?

imagem copiada net
Existem sintomas muito incomodativos, como:
- acidez
- azia
- arrotos
- gases
- diarreia
- obstipação

O que traduzem estes sintomas?
Inflamação da mucosa do aparelho digestivo.

Na maior parte das vezes, este problema passa sem importância de relevo, porque os sintomas até certo grau são toleráveis, a pessoa anda mal 2 a 3 dias depois passa, volta outra vez; num determinado momento está com diarreia, depois fica com obstipação, na semana seguinte com azia, a situação é tão cíclica que a pessoa habitua-se e até considera normal.

Esta inflamação é causada e causa alteração nos milhões de bactérias que povoam os intestinos, e têm como seus malfeitores os medicamentos, os corticoides e os antibióticos, a pilula e o stress, todos contribuem para uma flora intestinal patogénica.

Primeiro surge a irritação no estomago, no intestino delgado assim como no grosso, depois vem a inflamação crónica que vai alternando a sintomatologia entre problemas de estomago e de intestinos, e aqui começa o principio de quase todas as doenças.
Porquê?
Porque quando há um problema inflamatório cronico a nível digestivo, vai haver uma mudança no sistema imunológico a diferentes níveis, que vai ser o ponto de partidas de outras as doenças, como as alergias, as doenças autoimunes e outras.

O que fazer?
Sozinho ou com ajuda de um profissional, cada pessoa deve-se avaliar e tentar encontrar uma solução para a inflamação cronica do aparelho digestivo, caso não o faça outros problemas surgirão entre eles a periodontite e os problemas articulares dolorosos.
É pelo aparelho digestivo que começam as doenças, também é pelo aparelho digestivo que começa a cura.



sexta-feira, 6 de setembro de 2013

Tratamento Natural das Hemorroidas

imagem copiada net
Todos temos hemorróidas, não é uma doença é uma parte anatómica e útil do nosso corpo. São veias situadas na area rectal. O problema surge quando estas veias dilatam e inflamam, dando dor, comichão e por vezes sangramento.

O que fazer?
Como não devemos agir somente sobre os sintomas, mas tentar fazer com que o desequilíbrio causal seja ultrapassado, para que dessa forma possamos ter um ânus adequado ás suas funções eliminatórias, temos que perguntar?
Porque tenho eu hemorróidas?
Varias causas podem estar por trás deste aviso do seu corpo, como a prisão de ventre, comer em excesso associado ao sedentarismo, álcool, problemas hepáticos, preguiça do sistema linfático, quistos nos ovários, esforços intensos e gravidez.

- Em primeiro lugar tem de alcalinizar o corpo, para isso fique longe de carne, produtos industrializados, refrigerantes e lácteos.
Prefira uma alimentação baseada em verduras, cereais integrais, frutas e sementes.
Porque tem de fazer esta mudança? 
Não somos obrigados a nada, mas há consensos pessoais a que temos que chegar, temos de decidir se queremos unicamente aliviar o sintoma com este ou aquele tratamento ou se queremos curar.
Fazer um tratamento para aliviar o sintoma ou curar, são duas coisas muito distintas, uma envolve a sua ação sobre o local a outra envolve alterações na sua Vida.
Da pomada mais milagrosa à cirurgia, tudo contribui para um alivio do sintoma, mas senão normalizar a digestão e a evacuação de forma a purificar o sangue, não está a curar.

- Em jejum beba agua com limão e 1 colher de azeite de boa qualidade. Diariamente tome 1 colher de sopa de linhaça moida.

- Coma urtigas ( se for época) em sopas, em esparregado, cozidas, cruas em sumos e beba chá de urtigas com malvas e menta.
Diariamente consuma frutas como laranjas, clementinas, tanjas...frutas cítricas.
Pode ralar cascas de limão e laranja e juntar ás saladas, excelente fonte de bioflavonoides.

- Caminhe 1 hora por dia e respire...inspire e expire conscientemente.

- Também existem extratos preparados à base de Castanha da India, Hamamelis e Ginko Biloba que melhoram a circulação e podem dar uma ajuda.

 - Como adjuvante, para regularizar os intestinos e a zona hepática deve dormir com cataplasmas de argila sobre o ventre e fígado.

- Não podem faltar como tratamento local os Banhos de acento (mergulhar a zona rectal numa bacia com agua e deixar os pés de fora).
Nas crises agudas, com as hemorroidas de fora, deve ser feito com agua muito fria, por vezes até aplicar localmente gelo envolvido num pano para que a desinflamação aconteça rapidamente.
Fora das crises, fazer banhos de acento com agua morna, quase quente (a agua pode ser simples ou com infusão de malvas, ou de nogueira ou de tomilho). Depois de estar na agua morna por 15 a 20 minutos, deve passar por agua fria.

- Nas crises, há quem resolva o incomodo com aplicação de Vickvaporub em creme.
Pode aplicar uma bola de algodão embebida em vinagre de maçã e repetir o processo até desaparecer o sintoma agudo.
Outra opção é a Aloés, tanto em forma de pomada de aloés como em gel, mas o mais indicado é cortar uma folha, abri-la e aplicar directamente no local.

- Não use sabão na zona, pode irritar e humedeça o papel higiénico antes de se limpar.

- Um tratamento antigo consistia em injetar (com uma "pêra" de borracha que se vende na farmácia)sumo de dois limões no reto e deixar ficar toda a noite. Repetir três noites. Parece que é um pouco doloroso, mas o sintoma hemorroidal deixa de incomodar.


O grande mestre Lezaeta, que considerava que todas as doenças tinham cura  bastava para isso dar ao corpo as condições que necessitava, disse: "A operação ou extirpação das hemorroidas não restabelece a Saúde do doente, porque o bisturi não purifica o sangue. A doença mudará de sintoma e as matérias toxicas que procuravam saída por baixo, subirão à cabeça e afetaram o cérebro ( a maior parte das pessoas com hemorroidas sofre de perturbações nervosas). Julgando-se curado, o doente seguirá sua Vida de erros que lhe causará maiores males".

quinta-feira, 5 de setembro de 2013

O lanche da minha filha

O poste não é meu, é de uma jovem encantadora que já se sente como parte da Natureza - http://reflexoderaquel.blogspot.pt/, e que é minha filha.

"Quem não gosta de comer e beber qualquer coisinha entre o almoço e o jantar?

Quantas vezes é nesse intervalo que as pessoas comem alimentos que não devem? E bebem refrigerantes?

Normalmente, a melhor solução seria comer fruta individualmente, mas para o caso de quererem ser mais originais, aqui vai uma sugestão:

1 - E que tal substituírem o refrigerante por um bom chá? Não gostam? Tenho a certeza que, com a quantidade de chás que se podem encontrar, haverá um para todos os gostos.

No caso, de acharem que tem pouco sabor, sempre podem adocicar com açúcar (mascavado, de preferência) ou com mel - sempre será mais saudável do que a opção anterior.

Eu escolhi um chá de camomila com canela (não adocicado):


(Bebido numa caneca, como faço de costume, ainda me dá mais vontade de o beber :P)


2 - Para comer, resolvi misturar uma fruta com cereais sem açúcar e algo adocicado.

E assim fiz um delicioso e bonito prato de banana às rodelas, cornflakes e passas:


Há imensas combinações de ingredientes saudáveis que podem criar uma refeição ligeira, deliciosa e saudável.

Bonne Apetite!!! ;)".

Alimentos cozidos e sua reação no sangue

"Se ingerirmos alimentos cozidos antes de um exame de sangue (café com leite e pão com manteiga por exemplo), nosso corpo iniciará uma resposta imune que eleva a contagem de glóbulos brancos a um valor parecido ao de uma apendicite aguda. Essa resposta orgânica é chamada de leucocitose digestiva. É por isso que os laboratórios pedem sempre que se fique em jejum antes de um exame de sangue. Esse fato, entretanto, não ocorre após a ingestão de alimentos crus."


Texto do Dr. Alberto Gonzalez em "Lugar de médico é na cozinha"


quarta-feira, 4 de setembro de 2013

Qual era o tratamento que o Dr. Egas Moniz receitava ás pessoas depressivas?

Dr. Egas Moniz
Na sociedade atual, as chamadas doenças psiquiátricas estão na moda, e até há quem diga "ai...esta minha depressão, é cronica", outros com orgulho respondem " também eu sofri, tive uma depressão que o medico não acreditava que me ia curar, mas curei-me...custou muito...sou eu sei...mas agora estou boa".
Não estou a descurar as pessoas com depressão, mas faz-me alguma confusão a maneira apressada que têm em ingerir umas pilulazinhas e acharem que desta forma está tudo controlado e que estão a fazer "um tratamento".

O que fariam estas pessoas depressivas à 70 anos atrás?
É que não haviam antidepressivos, mas a Medicina tinha uma solução.
Sabe qual era?
A solução para as doenças psiquiátricas, passava por uma psicocirurgia, mais propriamente uma lobotomia ou leucotomia, que traduzido significa espetarem-lhe um ferro no crânio, a partir de um ponto que fica acima do canal lacrimal com ajuda de um martelo, para lhe limparem o lóbulo frontal.
Sabe quem foi o medico a desenvolver esta cirurgia?
Foi um português ( não é com orgulho que digo isto), o neurologista António Egas Moniz e por fazer isto ás pessoas ainda recebeu um premio - Nobel de Fisiologia ou Medicina em 1949.

Esta cirurgia que matava pessoas (6% não sobrevivia) e que provocava alterações severas na personalidade, foi praticada com muito entusiamo em muitos países, inclusive em crianças com mau  comportamento.
Esta forma de "tratamento" foi considerada como um dos episódios mais bárbaros da historia da psiquiatria.
Neste caso concreto temos de agradecer a vinda dos medicamentos antipsicóticos, pois só quando estes surgiram é que estes "médicos" deixaram de ser pedreiros na cabeça dos outros.

Decidi relembrar este episódio da historia medicina, porque ao conhecermos a historia entendermos melhor o nosso tempo, também ele historia de um tempo futuro.
Hoje ao escrever este poste ri-me, custa-me acreditar que isto aconteceu e que foi feito a milhares de pessoas pelo mundo, e somente à 70 anos, mas acredito que no futuro muitos também se vão rir das atrocidades que continuamos a fazer.

Desta forma a Humanidade vai aprendendo.

A Gratidão transforma...

imagem copiada net
A Gratidão abre a porta para que entre a abundância
Transforma o suficiente em muito mais
Transforma a negação na aceitação
O caos em ordem
A confusão em claridade
Transforma uma refeição num banquete
Quem?
A gratidão...sim...A gratidão
Transforma uma casa num lar
Um estranho num amigo.
A gratidão dá sentido ao passado, paz no nosso Agora e cria uma visão muito positiva para o nosso amanhã.

Vamos todos Agradecer...

Tudo se pode Curar...Um caso de cancro de estomago

imagem copiada
Danny com sua Grama de Trigo
Trago-vos uma historia de cura de alguém que teve a coragem de pensar por si e se curar.
Era uma vez um senhor de 74 anos chamado Danny McDonald, que um dia foi levado ás pressas para o hospital porque uma ulcera no estomago tinha rebentado, sangrou muito.
Os médicos salvaram-no mas descobriram que tinha um cancro, e que este não estava localizado somente no estomago.

Como tratamento e como única opção, apontaram a quimioterapia, e advertiram que ele não conseguia sobreviver se não a fizesse.
Mas, Danny decidiu pensar por si mesmo e pesquisou outros métodos de tratamento, e informou os medicos que não ía fazer quimioterapia convencional, mas um tratamento caseiro que envolvia Wheatgrass, em vez de veneno. Ficaram bastante irritados com a decisão, e insistiram que estaria morto numa questão de semanas, mas este homem estava determinado a usar Wheatgrass e respondeu aos médicos que não estava era preparado para fazer os tratamentos químicos por eles sugeridos.
Ele diz: "Eu sabia que me iam matar".

A decisão de Danny não foi um capricho de um homem teimoso, ele já tinha ouvido falar sobre as propriedades curativas de Wheatgrass através de um amigo e se convenceu que "este liquido clorofilado" seria a chave para vencer a sua doença.

O que é Wheatgrass?
É suco da grama do trigo, veja aqui.

Voltou para a sua fazenda e começou a plantar o trigo, para da sua grama retirar o suco verde; ele diz " Eu não sabia o que esperar, mas estava determinado a dar uma chance".
Depois de sete dias, a sensação de queimo na zona do estomago foi embora e sentia-se melhor, como tal parou de tomar os comprimidos que tinham sido prescritos.
Um mês depois a dor tinha desaparecido completamente e Danny sabia que estava a recuperar-se.
O suco da grama de trigo estava a funcionar.
Diz "Eu tinha tomado a decisão certa ao rejeitar os conselhos quimioterápicos dos médicos".

Começou com uma dose de suco de grama de trigo, foi aumentando até estar com sete doses.
Acrescenta: " Conheço muitos médicos que não acreditam que o suco da grama de trigo tem propriedades para matar o cancro, mas eu sou a prova viva de que ele faz isso, e mesmo que eles não admitam isso publicamente, aos poucos eles vão perceber os benéficos de Wheatgrass."
Muitas pessoas visitaram Danny para descobrirem como ele curou o cancro e a resposta é sempre com "Suco de grama de trigo".

Fonte : Aqui e Aqui  

terça-feira, 3 de setembro de 2013

Porque deixei de beber café? Resposta a um comentário

imagem copiada net
Neste poste falei sobre a minha satisfação em ter deixado de beber café e alguém me fez o seguinte comentário. " Porque deixou de beber café? Sei que tem propriedades boas e más, mas gostaria de saber o que a levou a isso."

Podia responder muita coisa, os benefícios que apontam ao café e também os malefícios, os tóxicos, os estudos feitos, uns a favor outros contra, mas o que mais me encorajou foi o Meu Desejo por Não Beber café.
É verdade, gosto do cheiro do café, mas não gosto de o ver, nem de ver alguém a bebe-lo.
Imaginemos que chegávamos agora à sociedade atual, e nunca tínhamos visto café expresso, será que o beberíamos? Vejamos, que é um liquido quase preto, de sabor amargo, que tinge a boca e os dentes de castanho, será que concederíamos a hipótese de o beber?
Além disso, porque beber café?
Nutricionalmente é uma bebida completamente vazia, que não nos dá nada, pode é tirar-nos, porque acidifica o nosso meio interno. Eu aconselharia todos os que tem doenças graves, e que querem buscar a cura, a largar totalmente o café.

No meu caso pessoal, o largar o café e muitas outras coisas, significa para mim, abster-me daquilo que considero prejudicial e utilizar com moderação o que é bom.
Tudo o que engolimos afeta o nosso corpo, a nossa mente, a nossa personalidade, principalmente as substâncias estimulantes como o café.
Tenho como objetivo manter a minha mente o mais limpa possível, para poder ouvir a mim, os outros e o Criador, e assim poder governar de uma forma mais equilibrada o meu corpo e os meus desejos.
Já bebi muito café, gostava da sensação de "pica" que se seguia, mas percebi que ele só agitava a minha mente, não a tonificava, e estar-se com a mente agitada não é a melhor forma de se viver.

Hoje tenho outros estimulantes, que não me deixam agitada, mas desperta e com entusiasmo para o dia-a-dia, como o exercício físico e os banhos alternados.

É o açúcar um alimento para o corpo humano?

imagem copiada net
Fomos criados com papilas gustativas, para identificarmos os sabores, para podermos diferenciar o alimento do veneno.
Mas, como o avanço da tecnologia, conseguimos produzir alguns venenos com gosto de alimentos, e isto tem confundido todo o nosso instinto humano.

Um desses venenos, que passou a ser alimento, é o açúcar.
Não há ninguém que defenda que o açúcar faz bem, então porque o consumimos?
Alguns consideram-no como uma droga tão viciante como a heroína ou álcool, por isso existem pessoas que não passam um dia sem ele.
No entanto este doce, é amargo para as nossas células e pode provocar muitos problemas de saúde, melhor dizendo, duvido da saúde de quem come açúcar.

Na década de 70, uma jornalista William Duffty, escreveu o livro "Sugar Blues" onde faz uma comparação da saúde da humanidade antes e depois do consumo de açúcar, onde mostra o surgimento de varias doenças e onde afirma que este pó branco dissolve os dentes e os ossos, entre outras coisas de toda uma civilização.

Nessa altura foi recomendado pela OMS reduzir o açúcar, mas o que é que a Sociedade fez? Aumentou, introduziu o açúcar em quase tudo que é alimento processado, por isso é adicionado ao pão, aos molhos, aos refrigerantes, bolos, doces, etc..
 
Considerando a historia da humanidade, o uso do açúcar como alimento, é muito recente, por isso ainda estamos a averiguar os estragos, que parece que são muitos, pelo menos isso é o que pensa o medico otorrino Yotaka Fukuda, professor da escola de medicina Paulista, que escreveu o livro "Açúcar: amigo ou vilão". Considera que o consumo de açúcar é um co-factor para o aumento das doenças que explodiram depois da segunda guerra mundial como a diabetes, a hipertensão, osteoporose, a labirintite, cancro, etc..

Será que já imaginamos o esforço que nosso organismo precisa de fazer para manter a taxa de glicemia dentro da faixa normal quando ingerimos um pedaço de bolo, uma lata de refrigerante?
Sim eu sei que "a vida já é amarga, sem açúcar então...", para mim ficou melhor, mas isso cada um tem de experimentar, não podemos é ser a geração pré-diabética.

Vamos pensar em nós, não vamos justificar os nossos atos dizendo que o outro também faz, que toda a gente faz...isso não interessa, no Mundo podemos tudo, mas nem tudo nos interessa, por isso temos de fazer escolhas...principalmente as boas.
Não compre alimentos que tenham açúcar, não ofereça refrigerantes ás crianças, nem bolachas.
NÃO FAÇA ISTO
Elas gostam de doce? Sim, por isso corte fruta, coloque numa tigela de vidro, enfeite e dê...nenhuma criança vai rejeitar, e se isso acontecer, insista devagarinho, ela vai ceder.
 Experimente passar uma semana sem nenhum açúcar, e vai perceber que não precisa dele, são mais uns euros que não precisa de gastar.
Pense nisto...não desista de ter Saúde